"ABRE O CORAÇÃO E DEIXA ACONTECER"

30 de março de 2014

AMAR


Da escuridão nasceu a luz!
No silêncio escutei a tua música,
juntos partimos à descoberta.
Oh, que linda flor nasceu em ti!
Descobrimos a luz ao mesmo tempo,
celebramos com amor, foi uma festa.
E caminhando pelos montes
ouvindo o som dos rios e cascatas
sentimos o coração bater num só.
E....
se eu não me amar,
também tu não me vais amar ,
porque tu e eu somos só Um.


19 de março de 2014

JARDIM DA MINHA INFÂNCIA

 
Jardim da República (cidade de Lamego)

E....
 ponho-me a pensar neste jardim
tão colorido e tranquilo
com pássaros a chilrear
era um encanto!
A relva muito verdinha
o lago cheio de peixes
flores a desabrochar
que deleite!
As rosas perfumadas
amores perfeitos juntinhos
coloridos de mãos dadas
eu via-os a namorar.
As tílias de cheiro intenso
olhavam-me sempre a sorrir
convidavam-me a sentar
sua frescura sentir.
Eu, inocente e feliz
corria por entre canteiros
criados por jardineiros 
em dias de inspiração.
E...
em noites quentes de Verão
sentindo o milagre da vida
brincava  no lindo coreto
sob o olhar atento dos pais.
Que saudades!


 Poema de homenagem à Primavera



                                        




8 de março de 2014

FELIZ DIA DA MULHER

Hoje é dia da Mulher  e como mulher que és, desenvolve a tua energia feminina e descobre o teu poder.
És como a Mãe Terra que  a todos acolhe  no seu regaço  e sabe que o Amor é necessário para tornar este Mundo num lugar mais justo e feliz.
Lembra-te que qualquer obstáculo com que te depares na tua vida é, quase sempre, uma oportunidade para cresceres.

Mulher....
Caminha de mente pura,
acolhe com gratidão as tuas escolhas,
encontra a protecção em ti própria,
nada temas.
Vence todos os obstáculos,
com  determinação e alegria,
sempre a sorrir.
Vão olhar-te admirados!
Continua o teu caminho
     sem desistires.
 A felicidade está em ti.

O meu abraço repleto de amor e força para todas as mulheres do Mundo.



2 de março de 2014

MAR......tenho medo de te olhar

Gosto de olhar-te bem cedinho
 no cheiro da maresia envolver-me
percorrer teu corpo sedutor
sentir nostalgia e muito amor.
Gosto de olhar-te ao fim da tarde
embalar-me no  teu corpo azulado
 beijar tua espuma esbranquiçada
sentir-me por ti enfeitiçada.
Gosto de ver-te agitado
qual criança que salta sem parar
tua música entoas com ternura
a areia beijas com doçura.
Mas....
já não és o mar que me acalma
há fúria plasmando o teu olhar
teu corpo é destruidor
pareces um Adamastor.
Não sejas como os humanos
não sentem a força do amor
abre o coração para amar
liberta tua raiva, tua dor.
Mar....
em dias de tempestade
tenho medo de te olhar.