"ABRE O CORAÇÃO E DEIXA ACONTECER"

10 de julho de 2014

LUA


Hoje não te vi.
Esperei-te sentada no banco de madeira
em silêncio.
Procurei-te entre o vento
e o pôr do sol,
em vão.
Cerrei as pálpebras
com um enorme vazio dentro de mim.
Precisava de te ver.
Tinha tantas perguntas,
precisava de tantas respostas!
Subi a rua,
voltei a descer até ao mar.
Descobri-te majestosa,
entre o verde das árvores
e a cidade iluminada.
Sorriste-me!
Lá estavas tu, serena e confiante.
A tua alma tocou a minha
e o vazio tornou-se num
mar cheio de luz.
 Eloquente sussurraste:
já ouviste hoje o teu coração?
Ele te dará todas as respostas.
Olhei-te candidamente e sorri.
Subi a rua
e adormeci no banco de madeira.

 

19 comentários :

  1. Boa tarde, Canduxa,
    Quantas vezes, na nossa ânsia por uma resposta, procuramo-la fora, nas palavras de amigos, nas diversas filosofias religiosas, aqui e ali, e quando damos conta, todas, no fundo mostram-nos o mesmo: que essa resposta, por mais estranho que nos possa parecer, está precisamente dentro de nós, no nosso coração. Temos é que parar para ouvi-lo e ter a coragem para trazer cá para fora o que ele nos diz, e nos afirmarmos. É preciso é ter essa coragem.
    bjo amigo

    ResponderEliminar
  2. Queriduxinha
    A persistência acaba sempre por compensar.
    Assim te aconteceu com a lua, que parecia jogar contigo às escondidas, mas acabou por ser descoberta…
    Coisas há que se escondem por detrás de aparências enganadoras, nuvens que disfarçam a realidade, mas, se as procuramos com afinco e sem desânimo, acabam por chegar às nossas mãos e, às vezes, ao nosso coração.
    Mais um lindo poema, a juntar a todos os outros.
    Bom fim de semana, minha querida.
    Beijinhos doces da tua
    Manita

    ResponderEliminar
  3. Como gosto dos seus poemas...., da sua maneira
    de escrever....
    Abraço

    ResponderEliminar
  4. Querida Canduxa
    A Lua é por vezes brincalhona.. fazemos-lhes perguntas e ela sorri ... como que a dizer... procura dentro de ti...:-)))
    Mais tarde ou mais cedo as respostas surgem!
    O poema é lindo, como todos os que tu escreves.
    Um beijinho muito grande e Bom Fim de Semana.
    Teresa

    ResponderEliminar
  5. Pois estou aqui, não me arredei nem um ápice, será fruto da chuva? Nessa cadencia húmida mas que nem assim me deteve...
    Lindo, aquilo que escreves...
    Abraços de vida, querida e admirada amiga

    ResponderEliminar
  6. ...ela estava lá!...a eterna confidente dos sonhadores!

    Magnífico e suave poema!

    Beijinhos,

    ResponderEliminar
  7. Feliz o dia em que adormecemos com todas as respostas...poema lindo com a magia de um mundo colorido feito por ti.
    Beijo carinhoso
    Graça

    ResponderEliminar
  8. Canduxinha, minha querida
    Venho convidar-te para ires ler as minhas respostas aos teus comentários, que coloquei lá no «DEUSA».
    Aproveito para deixar-te um beijinho de despedida, já que amanhã "marcho" com o meu tio para recomeçar a tratar dos assuntos que sabes. Vou estar ausente uns dias...
    A nossa conversinha vai ter que esperar... mas não perdes pela demora :)
    Depois vamos desforrar-nos :)

    Um grande beijinho ao meu Anjo protector, a quem desejo TUDO que de melhor há no mundo!

    Desculpa não comentar o teu poema, que li e amei, mas estou de saída, o meu tio vem-me buscar para jantar.
    Mais um beijinho terno

    ResponderEliminar
  9. Linda, linda tua poesia!Adorei! beijos,tuuuudo de bom,chica

    ResponderEliminar
  10. A lua é das coisas mais cantadas pelos poetas.
    Mas não está tudo dito ainda...
    A prová-lo, está este teu magnífico poema.
    Querida amiga Cândida, tem uma boa semana.
    Beijo.

    ResponderEliminar
  11. Canduxa, querida amiga!
    Mais um linda poesia.Gosto da maneira como você escreve.
    Beijinhos com carinho!

    ResponderEliminar
  12. Canduxinha querida
    Gostei tanto do teu comentário! Escreveste uma frase que "calou" fundo em mim:
    "ainda há quem diga que a vida não é eterna!"
    É que o amor que nos uniu é eterno, vai viver até ao dia em que nos encontramos de novo.
    Obrigada, minha querida. Adoro-te!

    Beijinhos mil da tua
    Manita

    ResponderEliminar
  13. Quanta inspiração!

    Gostei deste caminhar até à Lua.

    beijinhos

    ResponderEliminar
  14. Gostei de reler o teu magnífico poema.
    Porque é bom...
    Querida amiga Canduxa, tem um bom resto de domingo e uma boa semana.
    Beijo.

    ResponderEliminar
  15. Muito bonito Canduxa
    Estou retornando aos blog's , depois de uma paradinha,
    Som e poema deixando um iniciar de noite muito bom,
    abraços

    ResponderEliminar
  16. Resposta que coloquei no meu blog:

    Miguel 25 de Julho de 2014 às 20:45

    Canduxinha, minha querida
    As tuas palavras são sempre recheadas de ternura e carinho!
    De tal modo que... me comoves, e me deixas sem saber o que responder.
    Dizer obrigado? É tão banal... mas a verdade é que não há outra forma de agradecer. Por isso... obrigado, obrigado, obrigado!
    Um dia, que espero seja/esteja muito longínquo, os mesmos anjos que choraram a minha partida irão celebrar, com grande alegria, a tua chegada.
    Sou EU que tenho que agradecer tu existires e teres permitido que eu tivesse entrado na tua vida.
    Beijos com todo o carinho do mundo.

    ResponderEliminar
  17. Já estás de férias?
    Canduxa, tem uma boa semana.
    Beijo.

    ResponderEliminar
  18. .


    Amanhã talvez eu ponha uma gota
    d'água transparente nos seus olhos
    ou seria pretensão da minha parte?
    Confira no meu blog.
    Beijos, vou seguir o seu.

    silvioafonso





    .

    ResponderEliminar
  19. A Lua representa o nosso lado obscuro - porque a luz não é como a do sol! No entanto quando está chei dele, arrebate-nos! É uma das fusõers mais bonitas da Natureza, tão bela quanto este poema, cheio de esperança, por afinal encontrar algo belo que o Creador nos deixou. E como Ele deverá gostar de a ler!

    Agraço ao luar...
    M.

    ResponderEliminar

Obrigada pela sua visita e comentário.
Ofereço-lhe a minha paz.